Câmara
Buscar no site:

3º Concurso de Qualidade de Café de Cabo Verde


Em 19/10/2016 - 3º Concurso de Qualidade de Café de Cabo Verde

Na última sexta-feira, 07 de outubro, foi realizada a cerimônia de encerramento e premiação do 3º Concurso de Qualidade de Café de Cabo Verde - MG. O evento aconteceu na sede do Conselho de Desenvolvimento do Bairro Assunção, CODEBASS, e foi realizado pela Associação dos Produtores de Cafés Especiais de Cabo Verde (ASSPROCAFÉ) e pelo IFSULDEMINAS - Campus Muzambinho, por meio do Projeto SOMA.

A avaliação dos lotes inscritos foi realizada no Laboratório de Classificação de Café do Campus Muzambinho. O concurso foi realizado em duas etapas: a primeira, com a separação de amostras isentas de defeitos sensoriais que foram encaminhadas para a segunda etapa, momento que a avaliação foi feita conforme descrito na metodologia da avaliação de cafés especiais proposta pela Specialty Coffee Association of America (SCAA), permitindo a pontuação e a descrição dos perfis sensoriais dos lotes classificados. Foram enviados 82 amostras de café para o concurso.

A solenidade contou com a presença das seguintes autoridades: Presidente da Associação dos Produtores de Cafés Especiais de Cabo Verde (ASSPROCAFÉ), Marcos Antônio de Carvalho; Diretor do DEMAT, Marcelo Silvestre Rodrigues; Representante do Prefeito Municipal, Sr. Edson; Extensionista Agropecuário do Escritório Local de Cabo Verde, Rovilson dos Reis de Paula; Presidente do CODEBASS, José Rovilson Siqueira; Chefe do Núcleo de Apoio a Entidades de Cabo Verde, José Carlos Marciano; Representante da Câmara dos Vereadores, Adriano Lange; Gerente do núcleo da COOXUPÉ em Cabo Verde, José Francisco Garcia; e Sérgio Aparecido Ferreira Júnior, estudante do curso de Agronomia do Campus Muzambinho, extensionista do Projeto SOMA e representante de toda a equipe de professores e alunos desse Projeto de Extensão.

Durante a cerimônia, os participantes receberam os seguintes certificados:

a) Certificado de Participação a todos que enviaram amostras para o concurso;

b) Certificado de Produtor de Café Especial, àqueles cafeicultores com amostras que atingiram 80 pontos SCAA ou mais, avaliadas na segunda etapa;

c) Certificado de Premiação para a categoria de Café Natural, com o seguinte resultado:

LAURO ANTÔNIO DOS REIS, com um café de 85,31 pontos, produzido no Sítio Córrego do Viradouro

CARLOS ANTÔNIO RIBEIRO, com um café de 83,94 pontos, produzido no Sítio Córrego do Silva

TELMA SANDRA DA SILVA, com um café de 82,81 pontos, produzido no Sítio São Bartolomeu de Cima

EDAILSON PAULA E SILVA, com um café de 82,06 pontos, produzido na Chácara Polo

d) Certificado de Premiação para a categoria de Café Descascado/Despolpado/Desmucilado, com o seguinte resultado:

MÁRIO CEZAR DE FIGUEIREDO, com um café de 84,06 pontos, produzido no Sítio Condessa

REINALDO DOS REIS, com um café de 83,94 pontos, produzido no Sítio Pernambuco

VIRGOLINO ADRIANO MUNIZ, com um café de 83,63 pontos, produzido na Fazenda Das Almas

LÚCIO HENRIQUE DOS REIS, com um café de 83,25 pontos, produzido no Sítio Cambuí

MARIANY R. FIGUEIREDO, com um café de 82,94 pontos, produzido no Sítio Córrego

Após a realização dessa etapa, todos os cafeicultores participantes da ASSPROCAFÉ assistidos pela equipe do Projeto SOMA serão visitados e receberão informações sobre a classificação física e sensorial dos cafés, com orientações particulares das boas práticas recomendadas para a melhoria da qualidade do café. Tais informações são direcionadas para cada propriedade, com base na característica do café enviado para o concurso.

No dia 05 de novembro, haverá uma Rodada de Negócios com os cafés finalistas nos Concursos de Qualidade de Café realizados em Cabo Verde e Muzambinho. Por meio de edital a ser divulgado, o evento vai reunir compradores e produtores das amostras desses concursos. O documento com o regulamento dessa Rodada de Negócios será publicado em breve pela Comissão Organizadora dos dois concursos.

No ano passado, no dia 07 de novembro, na 1ª Rodada de Negócios, foram 40 amostras analisadas por cerca de dez compradores convidados via edital publicado pelo Campus Muzambinho. Os cafés que participaram da Rodada de Negócios foram finalistas nos Concursos de Qualidade promovidos pelo Projeto SOMA.

A Comissão Organizadora e a Comissão Julgadora agradecem a todos os cafeicultores que enviaram amostras, a todos os estudantes que trabalharam no preparo das amostras e aos degustadores de café que contribuíram para a realização desse trabalho.

(Texto: José Marcos Angélico de Mendonça)

Fonte: A Folha Regional